Outros Metais

Os metais são os elementos químicos capazes de conduzir a electricidade e o calor, que apresentam um brilho característico e que, à excepção do mercúrio, são sólidos à temperatura normal.

O conceito é utilizado em referência a elementos puros ou ligas com características metálicas. Entre as diferenças com os não metais, pode-se mencionar que os metais dispõem de baixa energia de ionização e baixa electronegatividade.

Os metais são tenazes (podem receber forças bruscas sem quebrar), dúcteis (é possível moldá-los em fios ou arames), maleáveis (convertem-se em lâminas ao serem comprimidos) e dispõem de uma boa resistência mecânica (resistem aos esforços de tracção, flexão, torsão e compressão sem se deformarem).

Há metais que aparecem sob a forma de elementos nativos (o cobre, o ouro, a prata), ao passo que outros podem ser obtidos a partir de óxidos, sulfuretos, carbonatos ou fosfatos. Os metais costumam ser bastante utilizados na indústria, pois conferem uma grande estabilidade e têm uma ampla protecção contra a corrosão.
As virtudes dos metais são conhecidas pelo homem desde a pré-história. Inicialmente, eram usados aqueles que eram fáceis de encontrar em estado puro embora, aos poucos, se tenha começado a usar metais que se obtinham a partir da utilização de fornos.

O uso de mineral de cobre com estanho permitiu criar a liga conhecida como bronze, que fez surgir uma nova era histórica (Idade do Bronze).

Hoje em dia, pode-se distinguir diversos tipos de metais, como os metais preciosos (que se encontram no seu estado natural sem necessidade de os combinar com outro para formar compostos) e os metais pesados (que apresentam uma densidade alta e têm uma certa toxicidade).

Download

  • TSP - Protocolo Técnico de Vendas. Informações de padrão internacional

Vendas / Precisa de ajuda? Entre em contato