Clique aqui e faça o download completo

SAE 52100

GENERALIDADES

O aço GGD 52100 é um aço de elevado teor de carbono, ligado ao cromo, utilizado para beneficiamento quando se pretende atingir elevada dureza após a têmpera, entre 62 – 66 HRC. É um aço temperável em óleo.

Composição Química – C(0,98 – 1,10), Si(0,15-0,35), Mn(0,25-0,45), Cr(1,30-1,60)
Condições de Fornecimento – Fornecido com dureza máxima de 250HB

APLICAÇÕES

É utilizado em componentes em geral nas indústrias de fabricação de rolamentos.

FORJAMENTO

O aço GGD 52100 deve ser realizado na temperatura mínima de 925ºC e máxima de 1150ºC.

TRATAMENTO TÉRMICO

Recozimento: Por seu elevado teor de carbono o aço GGD 52100 deve sofrer recozimento de esferoidização para otimizar sua usinabilidade. A esferoidização é realizada em torno de 750ºC por tempos variando entre 15 e 20 horas. Resfriar no forno.

Normalização: O tratamento deve ser feito na temperatura próxima de 870 – 890ºC por no mínimo  1 hora para cada 25 mm. Resfriar ao ar. Em casos especiais pode se utilizar ar forçado.

Têmpera: A austenitização para a têmpera deve ser realizada entre 840 – 850ºC, manter pelo tempo necessário para homogeneizar a temperatura na seção transversal e resfriar em óleo.

Revenimento: Deve ser realizado imediatamente após a têmpera quando a temperatura atingir cerca de 70ºC. O revenimento é realizado em temperaturas entre 120 – 200ºC. A temperatura usual de revenimento é em torno de 150ºC. Nestas condições não há queda significativa da dureza. No revenimento a cerca de 180ºC a dureza pode cair de 1 a 2 pontos HRC. A variação da dureza em função da temperatura de revenimento é mostrada na curva orientativa a seguir.

Vendas / Precisa de ajuda? Entre em contato